segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Ética.

Em uma praia qualquer se encontrava uma menininha, ela andava descalça sentindo a água gelada em seus pés, de repente ela viu um objeto brilhoso no chão e abaixou-se para apanhá-lo. Era uma conchinha... Parecia mais um cristal, brilhava feito uma verdadeira estrelinha do céu. Então a menininha pensou “legal, com esta conchinha minhas amigas vão me elogiar!”. Mas... Dentro da conchinha havia uma vida, viva vivinha. A menininha se assustou e pensou novamente “se eu levo essa concha, se eu mato essa vida, com esse elogio eu vou me alegrar?”. Então soltou um sorriso bobo e deixou a conchinha ir embora junto com as águas do mar.


Um comentário:

  1. seu blog é muito lindo, gostei muito das palavras ditas aqui (:

    ResponderExcluir